sexta-feira, 29 de fevereiro de 2008

Que sociedade estamos a construir...

Roupa é o principal motivo de chacota na escola

Um em cada dois alunos portugueses (51 por cento) diz que os colegas de escola são gozados pela roupa que usam e 36 por cento por diferenças na aparência física, como o peso, segundo um estudo do Bristish Council.

Portugal Diário


Vive-se cada vez mais de aparências e está a passar-se essa “cultura” aos jovens.
As famílias cada vez se endividam mais e infelizmente não é por necessidades primárias, mas sim por “luxos” secundários.
Deve-se a casa, deve-se o carro, (que deve ser BMW ou parecido), deve-se a televisão e respectivos componentes, (que devem ser das melhores marcas), devem-se as férias, (que devem ser nos sítios da moda, no Inverno e no Verão), devem-se as roupas, (que têm de ser de marca e bem visível), enfim deve-se tudo, “empandeira-se em arco” com o ter, e “ninguém” se preocupa com o ser.
E os jovens vão aprendendo esta maneira de “viver” e vivem também já eles de aparências.
E o pior é que tudo isto se reflecte nas relações sociais entre eles, como se vê na noticia acima e eu confirmo, porque assisto a isso diariamente no colégio dos meus filhos.
Que sociedade estamos nós a construir?

2 comentários:

Tiago R. Cardoso disse...

Sinceramente não sei que sociedade estamos a construir, mas seja qual for não estou a gostar.

Se actualmente viemos numa "plástica" do "fast-food", seguindo este caminho as coisas iram certamente piorar.

Tenho no entanto a esperança que ainda consigamos mudar a direcção, mas cada passo que temos dados tem cada vez mais nos levado para terrenos pantanosos.

lusitano disse...

Tiago
É uma enorme preocupação os valores que estamos a transmitir às gerações futuras.
É uma "cultura" do "tudo é permitido" desde que seja para o "teu prazer", mesmo que passe por cima dos outros.
Parece que a vigarice se passou a chamar esperteza e o egoismo..."inteligência de viver".

Abraço