segunda-feira, 4 de fevereiro de 2008

Gostam muito de falar...

Esta gente gosta mesmo de falar!
O que é que raio o Director da PJ veio acrescentar com aquilo que disse sobre o caso Maddie?
Limitou-se a pôr em causa a Policia que ele próprio dirige, o Magistério Público, a credibilidade da justiça em Portugal e por aí fora.
E porquê?
Porque ele acha que talvez, reparem talvez, tenha havido precipitação em ter constituido arguidos os pais de Maddie!
Isto é que são certezas!
Aliás não foi este mesmo senhor que tirou do processo um detective/agente, não sei bem o titulo, que dirigia a equipa de investigação, por causa de numa entrevista ter falado demais?...

6 comentários:

quintarantino disse...

Ainda bem que ele falou e disse o que disse.
É que assim se demonstra que Marinho Pinto quando fala, fala com certeza. Especialmente quando disse que se prendem pessoas inocentes.
Ou, se calhar, quando as escutas se prolongam para lá do necessário.
Ou, se calhar, quando as fugas de inforamção nos processos são selectivas.

Tiago R. Cardoso disse...

Têm gente que não consegue ficar longe dos holofotes dos média, nem que para isso dê uns tiros nos próprios pés...

bluegift disse...

Os paizinhos da Maddie têm uma máquina de influência demasiado poderosa para a nossa polícia judiciária. Vão ser ilibados, não haja dúvidas nisso. E ainda vão ganhar dinheiro com o caso. Este caso e simplesmente nojento.

lusitano disse...

Caro quintarantino

Até posso estar de acordo contigo, mas o tempo e o lugar não são a meu ver, os ideais para revelar as impressões do senhor director sobre um determinado caso da justiça, muito mais sendo apenas "impressões".
Agora que a nossa justiça é muitas vezes um "arremedo" de justiça, disso ninguém tem dúvidas...

lusitano disse...

caro Tiago

E não são poucos!...

lusitano disse...

Cara bluegift

Temos de ter em conta a tal "presunção de inocência", mas que a história está muito mal contada, lá isso está.