segunda-feira, 12 de janeiro de 2009

Sem Palavras e sobretudo Sem Vergonha!!!

.
Armando Vara promovido na CGD quando já estava no BCP
Armando Vara foi promovido na Caixa Geral de Depósitos (CGD) um mês e meio depois de ter abandonado os quadros do banco público para assumir a vice-presidência do Banco Comercial Portugal (BCP), de acordo com o jornal «Público».
O ex-administrador da CGD e ex-quadro da instituição, com a categoria de director,
foi promovido ao escalão máximo de vencimento, ou seja, o nível 18, o que terá reflexos para efeitos de reforma.
A promoção, do escalão 17 para o 18, foi decidida pelo conselho de administração a 27 de Fevereiro de 2008
, já pela administração de Faria de Oliveira, que ascendeu ao cargo após a saída de Carlos Santos Ferreira e dos administradores Armando Vara e Vítor Manuel Lopes Fernandes para a administração do maior banco privado.
Contactados os respectivos gabinetes de comunicação pelo mesmo jornal, o BCP esclareceu que Vara «se tinha desvinculado definitivamente da CGD», remetendo para o banco público o esclarecimento sobre essa desvinculação. Por parte da CGD, fonte oficial adiantou que Armando Vara se
«desvinculou da sua relação laboral com a CGD no dia 15 de Janeiro de 2008, conforme publicamente conhecido».

Do Portugal Diário
.
.
Mas esta maralha não tem mesmo vergonha nenhuma?
.
E o Presidente da República não põe cobro a isto?
.
Será por troca com a situação do Dias Loureiro?
.
E não há maneira da gente se revoltar e pôr esta gajada na ordem?
.
E eu também o que faço contra isto, para além de expressar aqui a minha indignação?
.
.

8 comentários:

A. João Soares disse...

Caro Lusitano,
A CGD não está virgem em casos destes. Foi bem falado o caso da saída de Mira Amaral, poucos meses depois de lá ter entrado. Ele declarou que tudo estava legal, pois o contrato de entrada punha essas condições.
Os actuais administradores não hesitam nestas decisões porque o dinheiro não é deles, e porque o favor que hoje fazem ao amigo, ser-lhes-á feito daqui a pouco tempo.
E assim se alimentam os «tachos dourados» e se obtém o «direito» às «reformas milionárias acumuladas».
Quando soará o sino a anunciar que esta pouca vergonha acabou?
Quanto ao que se passa na Grécia só lamento que tenham errado a pontaria, pois lesaram vítimas inocentes em vez de acertarem nos culpados do desagrado geral.
Um abraço
João

Tiago R Cardoso disse...

infelizmente demasiado normal, infelizmente a falta de vergonha é muita.

Ferreira-Pinto disse...

Como já aqui alguém recordou, o caso do Vara não é único. Infelizmente.
Falaram no Mira Amaral, mas também podiam falar da Celeste Cardona, por exemplo.
Depois, ao que julgo saber, a CGD, como outros bancos, tem uns esquemas especiais de aposentação para estes gajos.
Ao caso, o Vara, mais uma vez, ao seu melhor nível.

Peter disse...

- Não tem.
- Não pode. Só dissolvendo a AR que é o que o PS quer.
- Nunca mais falaram nele, deve estar à espera que o esqueçam.
- É tudo uma "carneirada".
- Fazes o mesmo que eu:NADA.

lusitano disse...

Caro A. João Soares

Eu precisava era de um "lugarzito" na CGD por ums "mesitos", e depois ia passando a outros!

Abraço

lusitano disse...

Caro Tiago

Infelizmente é normal a repetição destes factos e é também normal a falta de vergonha!

Abraço

lusitano disse...

Caro Ferreira Pinto

Como disse ao A. João Soares o que nós precisavamos era de um "lugarzito" na CGD por uns "mesitos", e depois iamos passando a outros!

Abraço

lusitano disse...

Pois é Peter, pois é!!!

Abraço