quinta-feira, 18 de dezembro de 2008

CDS - PP?

.
Já não tenho muita paciência para a política, mas de qualquer maneira lá fui ler e tentar perceber o que se passava pelo CDS, nestes últimos tempos de eleições internas.

E fui, por que foi o primeiro partido em que votei, não tanto pelo professor que me parece acabará no Bloco de Esquerda, mas por Amaro da Costa e Francisco Lucas Pires, que a par com Francisco Sá Carneiro eram políticos criativos, inventivos, agregadores, gostássemos nós deles ou não.

E a primeira coisa que me saltou à vista foi uma votação no “líder” a lembrar os melhores tempos da URSS, ou o recente congresso do PCP, que não sei se foi tão avassaladora como esta do CDS.

E de repente fez-se luz no meu “pinsamento”!

Há uns tempos que tentava perceber aquela do CDS-PP e finalmente percebi a coisa!

Caramba o homem é paciente, e conseguiu levar a “água ao seu moinho”.

Demorou tempo, teve até alguns revezes pelo meio, mas finalmente o partido acabou por ter a verdadeira dimensão do seu nome:

Centro Democrático Social “do” Paulo Portas!
.

8 comentários:

Carol disse...

Ah, pois é, o Paulinho lá se vai safando!


Obrigada pelos parabéns e pelo elogio.

Tiago R Cardoso disse...

bem visto.

Ferreira-Pinto disse...

Ena ... o remate final está um espanto!

Não gosto do cavalheiro, mas é arguto e tem uma capacidade impressionante de dar a volta por cima.
E por-se a jeito nunca lhe custou ... como agora em que tanto dá para o PS como para o PSD, é só um deles ganhar sem maioria absoluta!

Peter disse...

"E fui, por que foi o primeiro partido em que votei, não tanto pelo professor que me parece acabará no Bloco de Esquerda, mas por Amaro da Costa e Francisco Lucas Pires, que a par com Francisco Sá Carneiro eram políticos criativos, inventivos, agregadores, gostássemos nós deles ou não."

Qual professor?

"Amaro da Costa e Francisco Lucas Pires, que a par com Francisco Sá Carneiro eram políticos criativos, inventivos, agregadores"

Esses levaram-me a votar PPD. Principalmente Amaro da Costa o visado na sabotagem do Cessna e não Sá Carneiro, que até nem era para ir no avião. Eu um dia explico-te...

Depois veio o PS, mas este ano não. Nada de maiorias parlamentares que são "para lamentar".

Ainda pensei no BE, mas ao ver a mixórdia de partidezecos anacrónicos que aquilo é, desisti. Tenho aí um artigo para explicar o porquê.

Então em quem votar? Logo se vê, o que é preciso é tirar votos ao PS.

Bom Natal

lusitano disse...

De nada Carol, de nada!

Abraço

lusitano disse...

Se to o dizes, Tiago, eu acredito...

Abraço

lusitano disse...

Pois é Ferreira Pinto, ganhe quem ganhar o Paulinho quer ganhar...

Abraço

lusitano disse...

Peter

Esse de qem quem votar é um problema que se coloca a muitos, e a mim também...

O professor, julgo que ironizas, é o Freitas, claro!

Abraço