sábado, 19 de abril de 2008

Bom Fim de Semana!

Mais um devaneio...para fim de semana...

O MEU HINO À LIBERDADE

Deixa-me escrever-te um poema,
Que tenha por tema
A liberdade.
Porque sabes,
Eu sou livre e sou alegre,
Sou teimoso, obstinado,
Corajoso, apaixonado,
Defeituoso e sem jeito,
Mas trago dentro do peito
Esta minha liberdade.
Que é cantar, como os cantores,
Sem jamais saber cantar,
Escrever como os escritores,
Sem nunca saber escrever,
Ensinar como os Doutores,
Sem nunca ter de aprender,
Fugir e ser soldado,
Apenas porque se quer,
Olhar e ser olhado,
Sempre que a gente quiser,
Ser homem e ser mulher,
Sem nunca estar acabado,
Partir pelo mundo fora,
Sem nunca daqui ter saído,
Ter saudades de partir,
Sem nunca aqui ter chegado,
Passar uma vida a rir,
Sem ter razões para ter rido,
Olhar para o mundo
E dizer:
Esta é a minha vontade,
O meu voto mais profundo,
O meu hino
À liberdade...

Escrito num passado, não muito recente.

4 comentários:

Tiago R Cardoso disse...

Tou a gostar dos escritos desse passado não muito recente, mas muito actuais, muito bem.

Carol disse...

Muito belo este teu escrito. Venham mais!

lusitano disse...

Obrigado Tiago!

lusitano disse...

Obrigado Carol.

Vamos lá a ver se dá para muitos fins de semana!!!