sábado, 7 de maio de 2011

Activistas pedem legalização da cannabis em cinco cidades portuguesas

.
.



Activistas pedem legalização da cannabis em cinco cidades portuguesas

...a legalização da cannabis permitiria ao Estado “arrecadar receitas através de impostos e criar uma economia geradora de empregos”.

“Acabar com a perseguição aos consumidores de cannabis contribuirá para uma poupança significativa de recursos, tanto das forças de segurança como do sistema judicial, libertando importantes ferramentas do Estado para lidarem com os verdadeiros problemas do país”, consideram.

In Público

Ora bem!

Aqui está uma medida com pernas para andar!

Já temos solução para o Estado alcançar as receitas necessárias para resolver o déficit, bem como o desemprego.

Os impostos sobre a cannabis e a sua comercialização serão avassaladores, pois verdade seja dita, perante o panorama político e social que se desenvolve no país, já só drogados é que os Portugueses conseguiram ter algumas alegrias.

Por outro lado o emprego crescerá nas fábricas de mortalhas, na embalagem e distribuição do produto, na fabricação de máquinas de enrolar, nos pontos de venda, etc., etc.

Depois, reparemos ainda, que as forças de segurança e o sistema judicial, libertos deste problema, passarão a dar importância acrescida ao crime e aos processos que se amontoam nos Tribunais, tendo como resultado um país mais seguro e com uma justiça eficiente, aumentando sem dúvida o turismo e a apetência para o investimento em Portugal.

Não sei do que se está á espera para implementar tão importante medida?

Só acho pouco é ser apenas legalizada em cinco cidades!

Por mim acho que devia ser no país todo, a começar logo nas creches infantis, porque verdadeiramente para viver no país que estamos a deixar aos jovens, (para mais atendendo as sondagens que já dão vitória ao ilusionista que temos como Primeiro Ministro), só se os mesmos jovens andarem drogados desde a mais tenra idade, é que conseguirão resistir ao desespero!!!

2 comentários:

George Sand disse...

Sendo só cinco cidades ganham a empresas de camionagem...

lusitano disse...

Bem visto!