sexta-feira, 1 de maio de 2009

Tempo de Recordar.




Ne me quitte pas - Jacques Brel

Agora que fiz 60 anos é tempo de recordar aos que são da minha geração, e dar a conhecer aos bastante mais novos, o extraordinário tempo da música porque passei na minha adolescência e até aos 30 anos, mais coisa menos coisa.

Jacques Brel foi para mim o mais completo autor, músico, cantor/interprete/actor, que me foi dado conhecer.

Esta não é uma das suas melhores interpretações da mais bela canção de amor, quanto a mim, jamais composta, mas é aquela que me foi possível recolher para aqui colocar.

.

2 comentários:

MaFa_R disse...

Gosto!

Não sou da tua geração...
mas conheci, em pequenina, o gosto pela música com um dos meus irmãos, próximo da tua idade.
Sim as canções desse tempo
são lindas!

Abraço e bom fim de semana

lusitano disse...

Realmente são verdadeiras músicas cantadas por verdadeiros intérpretes!

Abraço e boa semana.